Aplicabilidade do compliance como ferramenta para desenvolvimento social e a redução do déficit ético das empresas
Lidiana Costa de Sousa Trovão
Universidade de Marília (UNIMAR)
Valter Moura do Carmo
Universidade de Marília (UNIMAR)
http://orcid.org/0000-0002-4871-0154
PDF
HTML

Palavras-chave

Compliance
Desenvolvimento Social
Déficit Ético
Função Social da Empresa

Resumo

A presente pesquisa tem por escopo analisar a aplicabilidade do compliance como ferramenta para redução do déficit ético das empresas, levando em consideração as relações que compõem as atividades exercidas dentro e fora do ambiente empresarial, como forma de nortear as atitudes daqueles que estão envolvidos nessa engrenagem. Em outro passo, analisa o reflexo das ações de integridade perante a sociedade, como instrumento de busca do desenvolvimento social, por meio da tomada de atitudes que a beneficiem. Outrossim, analisar-se-ão possíveis caminhos para alcançar função social/solidária da empresa diante da política de integridade do compliance, num panorama genérico de critérios pautados na busca desses objetivos, que devem ser orientados pelos princípios da ética, da solidariedade e da dignidade humana. Nesse contexto, serão observados os parâmetros utilizados para delimitar o exercício do direito de propriedade, do qual decorre o direito de exercer a atividade empresarial em termos constitucionais. Assim, diante da necessidade crescente da contenção do déficit ético nas empresas públicas e privadas, sob a análise econômica do direito, a prática do compliance surgiu no cenário econômico empresarial como forma de balizar e direcionar condutas, guiadas pela premissa de que à custa do sacrifício de valores éticos, o lucro perde seu valor. Daí porque a necessidade de desenvolver estudos nessa área em expansão, a fim de que as práticas internas possam compatibilizar-se com ações em nível mundial, que exigem cada vez mais ética e transparência em suas relações. Utilizar-se-á o método dedutivo, pesquisa qualitativa e artigos científicos sobre o tema em questão.

PDF
HTML

Referências

ALZAGA VILLAAMIL, Oscar. Razón de Ser. Revista de Responsabilidad Social de la Empresa, Madrid. n. 1, p. 9-11, jan./abr. 2009. Disponível em: https://www.accioncontraelhambre.org/sites/default/files/documents/10.pdf. Acesso em: 19 out. 2018.

ALMEIDA, Maria Christina de. A função social da empresa na sociedade contemporânea: perspectivas e prospectivas. Revista Argumentum – RA, Marília/SP, v. 3, n. 1, p. 141-152, jan./dez. 2003. Disponível em: http://www.unimar.br/biblioteca/publicacoes/direito/Direito_vol_03.pdf#page=141. Acesso em: 05 ago. 2018.

BARACHO, Hertha Urquiza; CECATO, Maria Aurea Baroni. Da função social da empresa à responsabilidade social: reflexos na comunidade e no meio ambiente. Revista Direito e Desenvolvimento, João Pessoa/PB, v. 7, n. 2, p. 114-128. Disponível em: https://periodicos.unipe.br/index.php/direitoedesenvolvimento/article/view/320/300. Acesso em: 06 ago. 2018.

BRASIL. Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ ato2011-2014/2013/lei/l12846.htm. Acesso em: 18 jul. 2018.

CARDOSO, Alenilton da Silva. Princípio da Solidariedade: Paradigma ético do direito contemporâneo. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2010.

CARDOSO, Gleissa Mendonça Faria; CARMO, Valter Moura do. Função Social/Solidária da Empresa nos Negócios Virtuais. Revista Jurídica UNI7, Fortaleza, v. 14, n. 2, p. 137-157. jul./dez. 2017. Disponível em: www.uni7.edu.br/periodicos/index.php/revistajuridica/article/view/509/371. Acesso em: 25 abr. 2018.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro. Direito de Empresa. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

FEITOSA, Maria Luiza Alencar Mayer. Exclusão social e pobreza nas interfaces entre o direito econômico do desenvolvimento e o direito humano ao desenvolvimento. In: SILVEIRA, Vladimir Oliveira da; SANCHES, Samyra Naspolini; COUTO, Monica Benetti (Org.). NETO, Aristides Monteiro; MEDEIROS, Bernardo Abreu de (Coord.). Direito e desenvolvimento no Brasil do século XXI. Brasília: Ipea; Florianópolis: CONPEDI, p. 104-121, 2013.

FURTADO, Emmanuel. O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana como fundamento para preservação da identidade cultura. In: TRINDADE, Antonio Augusto Cançado; LEAL, César Barros (Coord.). O respeito à dignidade da pessoa humana. Curso Brasileiro Interdisciplinar em Direitos Humanos. v. IV. Fortaleza: Expressão Gráfica, p. 281-316, 2015.

GABARDO, Emerson; CASTELLA, Gabriel Morettini. A nova lei anticorrupção e a importância do compliance para as empresas que se relacionam com a Administração Pública. A&C – Revista de Direito Administrativo & Constitucional, Belo Horizonte, ano 15, n. 60, p. 129-147, abr./jun. 2015. Disponível em: http://www.editoraforum.com.br/wp-content/uploads/2015/08/lei-anticorrupcao-compliance.pdf. Acesso em: 5 jun. 2018.

GONÇALVES, Daniela Oliveira; REZENDE, Elcio Nacur. Função socioambiental da propriedade: a busca por uma determinação pragmática de aferição de cumprimento. Revista da Faculdade de Direito-RFD-UERJ, Rio de Janeiro, n. 28, p. 52-72, dez. 2015. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rfduerj/article/view/10597/14646. Acesso em: 06 ago. 2018.

GRANDIS, Simone de. Responsabilidade Social Empresarial frente às boas práticas de Compliance. LEC Legal, Ethics & Compliance, 11 jul. 2017. Disponível em: http://www.lecnews.com/artigos/2017/07/11/responsabilidade-social-empresarial-frente-as-boas-praticas-de-compliance/. Acesso em: 09 jul. 2018.

MENDES, Francisco Schertel; CARVALHO, Vinicius Marques de. Compliance, concorrência e combate à corrupção. São Paulo: Trevisan, 2017.

LANDA, César. Dignidad de la persona humana. In: TRINDADE, Antonio Augusto Cançado; LEAL, César Barros. (Coord.). El respeto a la dignidad de la persona humana. Curso Brasileño Interdisciplinario en Derechos Humanos. v. IV. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2015. p. 107-138.

NOGUEIRA, Arnaldo Fernandes; BENEVIDES, Marinina Gruska. A consolidação dos Direitos Humanos. Revista do Instituto Brasileiro de Direitos Humanos, Fortaleza, n. 16, nov. 2017. Disponível em: http://revista.ibdh.org.br/index.php/ibdh/article/view/343. Acesso em: 10 jul. 2018.

PEREIRA JÚNIOR, Jessé Torres; MARÇAL, Thaís Boia. Compliance: análise jurídica da economia. LEC Legal, Ethics & Compliance, 31 mar. 2017. Disponível em: http://www.lecnews.com/artigos/2017/03/31/compliance-analise-juridica-da-economia/. Acesso em: 5 jun. 2018.

PESSOA, Emanuel de Abreu. A Constitucionalização da Função Social da Propriedade: Alteração na Dogmática do Direito Civil. Revista Jurídica UNI7, Fortaleza, v. 7, p. 65-75. jan./dez. 2010. Disponível em: http://www.uni7.edu.br/periodicos/index.php/revistajuridica/article/view/137/159. Acesso em: 05 ago. 2018.

RODRIGUES, Francisco Luciano Lima; LIMA, Martonio Mont’Alverne Barreto. O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana como fundamento para preservação da identidade cultural. In: TRINDADE, Antonio Augusto Cançado; LEAL, César Barros. (Coord.). O respeito à dignidade da pessoa humana. Curso Brasileiro Interdisciplinar em Direitos Humanos. v. IV. Fortaleza: Expressão Gráfica, p. 339-352, 2015.

ROTSCH, Thomas. Criminal Compliance. Revista para el analisis del derecho. Barcelona, n. 1, p. 01-11, 2012. Disponível em: http://www.indret.com/pdf/876a.pdf. Acesso em: 19 out. 2018.

SANTIAGO, Mariana Ribeiro; CAMPELLO, Livia Gaigher Bósio. Função social e solidária da empresa na dinâmica da sociedade de consumo. Scientia Iuris, Londrina, v.20, n.1, p.119-143, abr. 2016. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/iuris/article/view/19877/18798. Acesso em: 05 ago. 2018.

SARLET, Ingo Wolfgang. As dimensões da dignidade da pessoa humana: construindo uma compreensão jurídico-constitucional necessária e possível. Revista Brasileira de Direito Constitucional. v. 1, n. 9, jan./jun. 2007. Disponível em: http://www.esdc.com.br/RBDC/RBDC-09/RBDC-09-361-Ingo_Wolfgang_Sarlet.pdf. Acesso em: 16 out. 2018.

SILVEIRA, Vladimir Oliveira da; RIBEIRO, Elenice Baleeiro Nascimento. Ética: Conteúdo da Responsabilidade Corporativa e Desdobramento da Função Solidária da Empresa. Revista Argumentum – RA, Marília/SP, v. 16, n. 1, p. 37-54, jan./dez. 2015. Disponível em: http://ojs.unimar.br/index.php/revistaargumentum/article/view/191/38. Acesso em: 10 jul. 2018.

SILVEIRA, Vladimir Oliveira da; RIBEIRO, Elenice Baleeiro Nascimento. NASPOLINI, Samyra Haydêe Dal Farra. Direito e desenvolvimento no brasil do século XXI: uma análise da normatização internacional e da constituição brasileira. In: SILVEIRA, Vladmir Oliveira da; SANCHES, Samyra Naspolini; COUTO, Monica Benetti (Org.). NETO, Aristides Monteiro; MEDEIROS, Bernardo Abreu de (coord.). Direito e desenvolvimento no Brasil do século XXI. Brasília: Ipea, CONPEDI, p. 123-150, 2013.

XAVIER, Christiano Pires Guerra. Programas de compliance anticorrupção no contexto da Lei 12.846/13: elementos e estudo de caso. 2015. 100 f. Dissertação (mestrado em Direito) - Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. São Paulo, 2015. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/13726/Dissertação%20-%20Versão%20Final%204.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 05 ago. 2018.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.