O regime de apropriação sobre atividade inventiva na execução do contrato de trabalho
Fernando Antônio de Vasconcelos
Universidade Federal da Paraíba (UFPB) / Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Rosilene Paiva Marinho de Sousa
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Marckson Roberto Ferreira de Sousa
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
PDF
HTML

Palavras-chave

Propriedade intelectual e capital intelectual
Inovação e invenção: processos e incentivos
Indústrias regulamentadas e direito administrativo
Direito trabalhista

Resumo

Este artigo tem como escopo analisar o regime de apropriação sobre a atividade inventiva e seus reflexos frente ao desenvolvimento do sistema produtivo nacional. Para isso, busca examinar o referido regime de apropriação e seus reflexos na relação de trabalho. Aborda uma visão sobre o campo da propriedade intelectual e seus institutos jurídicos. Reflete sobre os aspectos que envolvem a execução do contrato de trabalho em face da titularidade sobre a produção inventiva considerando a Lei de Propriedade Industrial. Do ponto de vista metodológico, trata-se de uma pesquisa bibliográfica e exploratória. Ao final, são apresentados possíveis limites e possibilidades da atividade inventiva e os reflexos da Consolidação das Leis Trabalhistas.

PDF
HTML

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. 2. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

ACIOLI, José Adelmy da Silva; ANDRADE, Everaldo Gaspar Lopes. Fundamentos do Princípio da Proteção Social: As alternativas para sua reconfiguração, a partir da economia social e solidária, de uma renda universal garantida e das teorias dos movimentos sociais. Revista Acadêmica - Faculdade de Direito do Recife, v. 87, n. 1, jan/jun, 2015. Disponível em: http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/ACADEMICA/article/view/1550/1212. Acesso em: 24 mar. 2018.

BARACHO, Hertha Urquiza; SOUZA, Jacyara Farias. As Reformas Econômicas no Estado Brasileiro Pós-Constituição Federal de 1988: uma proposta desenvolvimentista. Revista Direito e Desenvolvimento. a. 2, n. 3, jan./jun., 2011. Disponível em: https://periodicos.unipe.br/index.php/direitoedesenvolvimento/article/view/164/147. Acesso em: 24 mar. 2018.

BARBOSA, Denis Borges. Uma Introdução à Propriedade Intelectual. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010.

BARBOSA, Denis Borges. A Propriedade Intelectual no Século XXI: Estudos de direito. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2009.

BASSO, Maristela. O direito internacional da propriedade intelectual. Porto Alegre: Livraria do advogado, 2000.

BRASIL. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL (1988). Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/ Constituicao/ConstituicaoCompilado.htm. Acesso em: 20 mar. 2018.

BRASIL. Decreto-Lei nº 5.452 de 1º de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Diário Oficial da União. Brasília, 09 de agosto de 1943. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del5452compilado.htm. Acesso em: 20 mar. 2018.

BRASIL. Medida Provisória nº 808, de 14 de novembro de 2017. Altera a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-lei nº 5,452, de 1º de maio de 1943. Diário Oficial da União. Brasília, 14 de novembro de 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Mpv/mpv808.htm#art1. Acesso em: 24 mar. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.456, de 25 de abril de 1997. Institui a Lei de Proteção de Cultivares e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 08 de abril de 1997. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9456.htm. Acesso em: 20 mar. 2018.

BRASIL. Lei 9.609, de 19 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programas de computador, sua comercialização no país, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 20 fev. 1998. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9609.htm. Acesso em: 23 mar. 2018.

BRASIL. Lei 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 20 fev. 1998. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm. Acesso em: 23 mar. 2018.

BRASIL. Lei nº 11.484 de 31 de maio de 2007. Dispõe sobre os incentivos às indústrias de equipamentos para TV Digital e de componentes eletrônicos semicondutores e sobre a proteção à propriedade intelectual das topografias de circuitos integrados, instituindo o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores – PADIS e o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Equipamentos para a TV Digital – PATVD. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/L11484compilado.htm. Acesso em: 23 mar. 2018.

BRASIL. Lei 12.853, de 14 de agosto de 2013. Altera os arts. 5º, 68, 97, 98, 99 e 100, acrescenta arts. 98-A, 98-B, 98-C, 99-A, 99-B, 100-A, 100-B e 109-A e revoga o art. 94 da Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, para dispor sobre a gestão coletiva de direitos autorais, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 15 ago. 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12853.htm. Acesso em: 23 mar. 2018.

BRASIL. Lei 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Diário Oficial da União. Brasília, 15 de maio 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9279.htm. Acesso em: 23 mar. 2018.

CECATO, Maria Aurea Baroni; RUPERT; Maria Belén Cardona. Direito Social na União Européia e Mercosul. João Pessoa, 2009.

CORREIA, Silvia. Os Inventos no Cenário Empresarial: Aspectos trabalhistas e econômicos. São Paulo: LTr, 2013.

ERMIDA URIARTE, Óscar; HERNÁNDEZ ÁLVAREZ, Óscar. Crítica de la Subordinación. In: KURCZYN VILLALOBOS, Patricia; PUIG HERNÁNDEZ, Carlos Alberto (Coords). Estudios jurídicos en homenaje al doctor Néstor de Buen Lozano. México: Instituto de Investigaciones Jurídicas, serie Doctrina Jurídica, n. 148, 2003. p. 269-297. Disponível em: http://biblio.juridicas.unam.mx/libros/3/1090/16.pdf. Acesso em: 24 mar. 2018.

FRAGOSO, João Henrique da Rocha. Direito Autoral: da antiguidade à Internet. São Paulo: Quartier Latin, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5. ed. São Paulo: Atlas. 2006.

INPI. Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Pesquisa em Propriedade Industrial. 2014.

MINHARRO, Francisco Luciano. A Propriedade Intelectual no Direito do Trabalho. São Paulo: LTr, 2010.

NEWTON, Paulla Christianne da Costa; OLIVEIRA, Flávia de Paiva Medeiros de Oliveira. Flexicurity e Formação: O Investimento em Capital Humano como Elemento Potencializador da Segurança nas Relações Laborais. Revista Dat@venia. v. 3. n. 3. 2010. Disponível em: http://revista.uepb.edu.br/index.php/datavenia/article/view/1522. Acesso em: 24 mar. 2018.

NUNES, Claudio Pedrosa; DANTAS, Joama Cristina Almeida. Os Direitos Fundamentais dos Trabalhadores e a Proteção ao Trabalho: Análise da Aplicação do Princípio da Proporciona-lidade no Direito Laboral. PRIMA FACIE, João Pessoa, v. 11, n. 20, ano 11, Jan-Jun, 2012, p. 75-92. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/primafacie/article/view/ 10776/8596. Acesso em: 24 mar. 2018.

PARIS. Convention de Paris pour la Protection de la Propriété Industrielle. 1883. Disponível em: http://www.wipo.int/treaties/fr/text.jsp?file_id=288516 . Acesso em: 24 mar. 2018.

PRADO. Elaine Ribeiro do. Gestão e Justiça no Trabalho Inovador: O direito do trabalho na propriedade intelectual. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

RABELLO, João Bosco. Justiça Reconhece a Patente Brasileira do Bina. ESTADÃO. Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,justica-reconhece-a-patente-brasileira-do-bina,125963e. Acesso em: 02 out. 2015. SOUSA, Rosilene Paiva Marinho de. A Informação como Elemento de Regulação dos Institutos Jurídicos da Propriedade Intelectual. 2016. 125 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.

WIPO. The World Intellectual Property Organization. The Concept of Intellectual Property. (WIPO). Disponível em: http://www.wipo.int/export/sites/www/about-ip/en/iprm/pdf/ch1.pdf . Acesso em: 23 mar. 2018.

VIVEIROS, Luciano. Contraprestação Salarial do Empregado na Invenção. São Paulo: LTr, 2010.

ZANIRATO, Silvia Helena; RIBEIRO, Wagner Costa. Conhecimento tradicional e propriedade intelectual nas organizações multilaterais. In: Ambiente & Sociedade, Campinas, v. X, n. 1, p. 39-55, jan./jun. 2007.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.