Uma análise socioeconômica sobre a aplicação do princípio da dignidade humana no Direito do Consumidor
Vivian Amaro Czelusniak
Centro Universitário Curitiba (UniCuritiba)
PDF
HTML

Palavras-chave

Dignidade humana
Direito do consumidor
Análise econômica do direito
Direitos fundamentais

Resumo

O princípio da dignidade da pessoa humana é fundamento da República Federativa do Brasil e serve de guia para a interpretação de todo ordenamento jurídico brasileiro. No âmbito do Direito do Consumidor, visa promover a igualdade material entre as partes, na proteção do consumidor em razão da sua vulnerabilidade e, como consequência, proteger a ordem econômica. Contudo, dada a sua complexidade, observa-se que na aplicação do princípio da dignidade humana estão sendo utilizados muitos sentidos e significados, fazendo com que o papel desempenhado por este princípio seja, muitas vezes, impreciso. O objetivo deste trabalho é fazer um levantamento sobre a aplicação do princípio da dignidade humana pelos Tribunais Superiores no âmbito do Direito do Consumidor. A metodologia utilizada foi a bibliográfica e documental, com a exploração de decisões proferidas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Como resultados se verificou que o STJ prima pela proteção do consumidor no sentido de zelar pela fruição de uma vida digna pelo consumidor, protegendo, por exemplo, a segurança e saúde do consumidor, separando deste contexto casos isolados e de pouca repercussão social. Nesse sentido, o STJ pode contribuir para a construção de um ambiente institucional seguro para as transações entre os fornecedores e consumidores no mercado, reprimindo-se abusos.

PDF
HTML

Referências

AKERLOF, George Arthur. The market for “lemons”. The Quarterly Journal of Economics. v. 84, n. 3, p. 488–500, 1970.

ALMEIDA, João Batista de. A proteção jurídica do consumidor. 7. ed. rev. São Paulo: Saraiva, 2009.

ARAÚJO, Fernando. Teoria económica do contrato. Coimbra: Almedina, 2007.

BARROSO, Luís Roberto. Interpretação e aplicação da constituição. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

BETTI JUNIOR, Leonel Vinicius Jaeger. A função socioambiental e a ressignificação reflexiva do direito à informação para o consumo. Dissertação (Mestrado). Pontifícia Universidade Católica do Paraná, 2010.

BRASIL. Lei n. 5.966 de 11 de dezembro de 1973. Institui o sistema nacional de metrologia, normalização e qualidade industrial, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 12 dez. 1973. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/Leis/L5966.htm. Acesso em: 09 out. 2018.

BRASIL. Constituição da república federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União. Brasília, 05 out. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 09 out. 2018.

BRASIL. Lei n. 8.078 de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 12 set. 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8078.htm. Acesso em: 09 out. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.933 de 20 dez. 1999. Dispõe sobre as competências do Conmetro e do Inmetro, institui a taxa de serviços metrológicos, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, 21 dez. 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9933.htm. Acesso em: 09 out. 2018.

BRASIL. Notícias. Informativo de Jurisprudência chega ao número 600. 2017a. Disponível em: https://goo.gl/cywvFM. Acesso em: 20 nov. 2017.

BRASIL. Informativo n. 195. 8 a 12 dez. 2003. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/ externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 199. 16 a 20 fev. 2004. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. CDC. Informativo n. 371. 06 a 10 out. 2008. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 420. 14 a 18 dez. 2009b. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/ informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 426. 08 a 12 mar. 2010. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 463. 14 a 18 fev. 2011. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 505. 20 set. a 03 out. 2012. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 537. 10 abr. 2014. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 553. 11 fev. 2015a. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 555. 11 mar. 2015b. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 559. 06 a 16 abr. 2015c. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 571. 15 a 27 out. 2015d. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 573. 12 a 25 nov. 2015e. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 581. 14 a 28 abr. 2016. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRASIL. Informativo n. 612. 25 out. 2017b. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/jurisprudencia/externo/informativo/. Acesso em: 01 out. 2018.

BRITO, Rodrigo Toscano de. Dignidade da pessoa humana: um princípio civil-constitucional orientador do desenvolvimento contratual contemporâneo. Revista Direito e Desenvolvimento. v. 3, n. 5, jan.-jun., p. 261-280, 2012.

COOTER, Robert; ULEN, Thomas. Direito & economia. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

DRESCH, Rafael de Freitas Valle. Fundamentos do direito privado: uma teoria da justiça e da dignidade humana. São Paulo: Atlas, 2013.

EMERY, Emerson Baldotto. Ética e liberdade na atividade empresarial e a responsabilidade pelos riscos do desenvolvimento do produto. Revista Direito e Desenvolvimento. v. 4, n. 7, jan.-jun., p. 93-123, 2013.

FILOMENO, José Geraldo Brito. Curso fundamental de direito do consumidor. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

MIRANDA, Jorge. Direitos fundamentais. Coimbra: Almedina, 2017.

MORAES, Maria Celina Bodin de. O Conceito de Dignidade Humana: Substrato Axiológico E Conteúdo Normativo. In.: Constituição, direitos fundamentais e direito privado. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2003.

NASCIMENTO, Carlo Bruno Lopes do. A problemática da informação imperfeita nas relações de consumo e a necessidade de proteção do vulnerável. Revista do Instituto do Direito Brasileiro. n. 2, p. 381-408, Lisboa, 2015. Disponível em: https://www.cidp.pt/publicacoes/revistas/rjlb/2015/2/2015_02_0381_0408.pdf. Acesso em: 09 out. 2018.

NUNES, Rizzatto. O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana: doutrina e jurisprudência. 3 ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração universal dos direitos humanos. Disponível em: https://goo.gl/4454zM. Acesso em: 20 nov. 2017.

PÉREZ LUÑO, Antonio Enrique. Perspectivas e tendências atuais do estado constitucional. Série estado e constituição – 14. Trad. Jose Luis Bolzan de Morais e Valéria Ribas do Nascimento. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2012.

PINHEIRO, Armando Castelar; SADDI, Jairo. Direito, economia e mercados. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

PIOVESAN, Flávia. Direitos humanos e o direito constitucional internacional. 17 ed. São Paulo: Saraiva, 2017, p. 102.

RIBEIRO, Marcia Carla Pereira; GALESKI JUNIOR, Irineu. Teoria geral dos contratos: contratos empresariais e análise econômica. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

ROCHA, Carmen Lucia Antunes. O princípio da dignidade humana e a exclusão social. Revista Interesse Público. n. 4, p. 23-48. 1999.

SARLET, Ingo Wolfgang. As dimensões da dignidade da pessoa humana: construindo uma compreensão jurídico-constitucional necessária e possível. Revista Brasileira de Direito Constitucional. v. 9, 2007.

SARLET, Ingo Wolfgang. MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel. Curso de direito constitucional. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2017.

SARMENTO, Daniel. Dignidade da pessoa humana: conteúdo, trajetórias e metodologia. 2 ed. Belo Horizonte: Editora Fórum, p. 239. 2016.

SOARES, Ricardo Maurício Freire. O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana: em busca do direito justo. São Paulo: Saraiva, 2010.

STIGLITZ, Joseph E. Information and economic analysis: a perspective. The Economic Journal, 95, 21-41, 1985.

TEPEDINO, Gustavo. A aplicabilidade do código civil nas relações de consumo: diálogos entre o código civil e o código de defesa do consumidor. In.: LOTUFO, Renan; MARTINS, Fernando Rodrigues. 20 anos do Código de Defesa do Consumidor: conquistas, desafios e perspectivas. São Paulo: Saraiva, 2011.

TOKARS, Fabio Leandro. Assimetria informacional. In: RIBEIRO, Marcia Carla Pereira; KLEIN, Vinicius (Coord.). O que é análise econômica do direito: uma introdução. Belo Horizonte: Fórum, p. 89-95. 2011.

VINHOLIS, Marcela de Mello Brandão; TOLEDO, José Carlos de; SOUZA FILHO, Hildo Meirelles de. A questão da assimetria da informação e da incerteza da qualidade na indústria de alimentos: soluções possíveis. Anais… XVI SIMPÓSIO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. ENSINO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO: desafios, tendências e perspectivas. Bauru: Universidade Estadual Paulista, 2009.

WEYNE, Bruno Cunha. O princípio da dignidade humana: reflexões a partir da filosofia de Kant. São Paulo: Saraiva, 2013.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.