Uma reflexão crítica do constitucionalismo numa dimensão do modelo de Estado Democrático de Direito: tendências contemporâneas
Hamilton Cunha Iribure Júnior
Faculdade de Direito do Sul de Minas (FDSM)
PDF

Palavras-chave

Constitucionalismo
Estado
Críticas
Contemporâneo
Modelos

Como Citar

Iribure Júnior, H. (2019). Uma reflexão crítica do constitucionalismo numa dimensão do modelo de Estado Democrático de Direito: tendências contemporâneas. Direito E Desenvolvimento, 10(1), 184-201. https://doi.org/10.26843/direitoedesenvolvimento.v10i1.575

Resumo

O vertente artigo se assenta numa análise crítica do constitucionalismo contemporâneo à luz dos diversos modelos presentes em outros países, tendo como escopo principal avaliar sua influência e interferência na consolidação do processo democrático. Para tanto, parte-se da metodologia analítica documental, onde diversos extratos e títulos bibliográficos são investigados, com a formação, ao final, de uma síntese conclusiva. Justifica-se o presente arrazoado na carência de abordagens sobre o objeto dessa pesquisa, o constitucionalismo, à luz de um confronto com outros modelos existentes e que venham a colaborar com a formação de uma sólida base para a consolidação do Estado Democrático de Direito. É certo que numa democracia de participação popular, esta representa o ponto de convergência de toda e qualquer atividade estatal e, por tal, se faz a necessidade de delimitar-se seus contornos. Com a problemática posta e após o desenvolvimento da pesquisa, adianta-se, numa conclusão principal, que o modelo pautado na democracia participativa perfaz melhores condições para que uma quantidade significativa de instrumentos sociais sejam disponibilizados para a efetividade dos direitos e das garantias fundamentais numa ordem constitucional.

PDF

Referências

BAHIA, Alexandre; NUNES, Dierle. Crise da Democracia Representativa – Infidelidade Partidária e seu Reconhecimento Judicial. Revista Brasileira de Estudos Políticos, Belo Horizonte, n. 100, p. 57-84, jan./jun. 2010.

BOBBIO, Norberto. O futuro da Democracia: uma defesa das regras do jogo. Trad: Marco Aurélio Nogueira. 6. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

BONAVIDES, Paulo. Ciência política. 22. ed. São Paulo: Malheiros, 2015.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito constitucional e teoria da constituição. 4. ed. Coimbra: Almedina, 1997

CATTONI, Marcelo de Oliveira. Devido Processo Legislativo. 2. ed. Belo Horizonte: Mandamentos, 2006.

CATTONI, Marcelo de Oliveira. Coesão Interna entre Estado de Direito e Democracia na Teoria de Jürgen Habermas. Disponível em: . Acesso em: 11/04/2017.

CATTONI, Marcelo de Oliveira. Contribuições para uma Teoria Discursiva da Constituição e do Processo Constitucional. In: Teoria do Processo: um panorama doutrinário mundial. Org.: Fredie Didier JR. Salvador: JusPodivm, 2010.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Cultura e Democracia: o discurso competente e outras falas. 3.ed. São Paulo: Moderna, 1983.

CHAUÍ, Marilena de Souza. In: Leforte, Claude. A invenção democrática. São Paulo: Brasiliense, 1995.

DAHL, Roberto Alan. A democracia e seus críticos. Trad.: Patrícia de Freitas Ribeiro. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de teoria geral do Estado. 32. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

DUSSEL, Enrique. 1492: o encobrimento do outro: a origem do mito da modernidade, conferências de Frankfurt. Trad.: Jaime A. Classen. Petrópolis: Vozes, 1993.

DWORKIN, Ronald. Constitucionalismo e democracia. Trad.: Emílio Peluso Neder Meyer. European Journal of Philosophy, v. 3, n. 1, p. 2-11, 1995.

GROSSI, Paolo. Mitologias jurídicas da modernidade. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2004.

GROSSI, Paolo. Primeira lição sobre direito. Trad.: Ricardo Marcelo Fonseca. Rio de Janeiro: Forense, 2006.

HABERLE, Peter. Hermenêutica Constitucional. A sociedade aberta dos intérpretes da Constituição: Contribuição para a Interpretação Pluralista e 'Procedimental' da Constituição. Trad.: Gilmar Ferreira MENDES. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1997.

HABERMAS, Jürgen. A inclusão do outro: estudo de teoria política. 3. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HABERMAS, Jürgen. Direito e democracia I: entre facticidade e validade. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HABERMAS, Jürgen. Direito e democracia II: entre facticidade e validade. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HABERMAS, Jürgen.Remarks on erhard denninger’s triad of diversity, security, and solidarity. Constellations, Oxford, n. 4, v. 7, 2000.

HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo. Racionalidade da ação e racionalização social. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

HABERMAS, Jürgen. Teoria do agir comunicativo, 2: Sobre a crítica da razão funcionalista. 3.e d. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

HABERMAS, Jürgen. Teoria Política: três modelos normativos de democracia. Cadernos da Escola do Legislativo: Belo Horizonte, v. 3, 1995.

HABERMAS, Jürgen. Sobre a coesão interna entre Estado de Direito e democracia. In: A inclusão do outro: estudos de teoria política. Trad.: George Sperber & Paulo Astor Soethe. São Paulo: Loyola, 2002.

LEITÃO, Cláudia. A Crise dos Partidos Políticos Brasileiros: os dilemas de representação política no estado intervencionista. Fortaleza: Gráfica Tiprogresso, 1989.

LOEWENSTEIN, Karl. Teoria de la Constitución. Trad.: Alfredo Gallego Anabidarte. Barcelona: Ariel, 1976.

MAGALHÃES, José Luiz Quadro de. O Estado Plurinacional na América Latina. Belo Horizonte: Arraes, 2011.

MAGALHÃES, José Luiz Quadro de. BRANT, Leonardo Nemer Caldeira. Estado plurinacional e direito internacional. Curitiba: Juruá, 2012.

MANIN, Bernard. As Metamorfoses do Governo Representativo. Disponível em: < http://www.anpocs.org.br/portal/publicacoes/rbcs_00_29/rbcs29_01.htm>. Acesso em: 07/06/2017.

NOVAES, Adauto. O esquecimento da política. Rio de Janeiro: Agir, 2007.

OLIVEIRA, Larissa Pinha de; OLIVEIRA, Fábio Corrêa Souza de. Abrindo, lendo e escrevendo as páginas do romance em cadeia: diálogos, backlash e hermenêutica. Juris Poiesis. Rio de Janeiro: CRV, n. 14, p. 103-132, 2011.

PEREIRA, Rodolfo Vianna. Direito Constitucional Democrático: Controle e Participação como Elementos Fundantes e Garantidores da Constitucionalidade. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.

REPOLÊS, Maria Fernanda Salcedo. Habermas e a Desobediência Civil. Belo Horizonte: Mandamentos, 2003.

SARLET, Ingo Wolfgand. Constitucionalismo: trajetória histórica e dilemas contemporâneos. In: SARLET, Ingo Wolfgang; LEITE, George Salomão (coords). Jurisdição Constitucional, Democracia e Direitos Fundamentais: Estudos em homenagem ao Ministro Gilmar Ferreira Mendes. Salvador: JusPodivm, 2012.

SARTORI, Giovani. Partidos e Sistemas Partidários. Trad.: Waltensir Dutra. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

SCHAFER, Walter Reese. Compreender Habermas. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2009.

SIMIONI, Rafael Lazzarotto. Direito e racionalidade comunicativa: a teoria discursiva do direito no pensamento de Jürgen Habermas. Curitiba: Juruá, 2007.

SOUZA FILHO, Carlos Frederico Marés de. O renascer dos povos indígenas para o direito. Curitiba: Juruá, 2012.

SOUZA NETO, Cláudio Pereira de. Jurisdição constitucional, democracia e racionalidade prática. Rio de Janeiro: Renovar, 2002.

STRECK, Lenio Luiz; MORAIS, José Luis Bolzan de. Ciência política e teoria do Estado. 7. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2012

WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo crítico e perspectivas para um novo constitucionalismo na América Latina. In: WOLKMER, Antonio Carlos; MELO, Milena Petters (Orgs.). Constitucionalismo latino-americano: tendências contemporâneas. Curitiba: Juruá, 2013.

WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo jurídico e crítica do constitucionalismo na América Latina. Academia Brasileira de Direito Constitucional, 2010. Disponível em: http://www.abdconst.com.br/revista3/antoniowolkmer.pdf. Acesso em: 04/06/2017.

WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo Jurídico: fundamentos de uma nova cultura no Direito. 3. ed. São Paulo: Alfa-Ômega, 2001.

WOLKMER, Antônio Carlos. Síntese de uma história das ideias jurídicas: da Antiguidade clássica à Modernidade. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2006.

WOLKMER, Antônio Carlos. FAGUNDES, Lucas Machado. Tendências contemporâneas do constitucionalismo latino-americano: Estado plurinacional e pluralismo jurídico. Disponível em: Acesso em: 07/06/2017.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.