Environmental law & competition law: conflicts & complementarities from an environmental economics perspective
Jorge Madeira Nogueira
Departamento de Economia Universidade de Brasília (ECO/UnB)
PDF (English)

Palavras-chave

Direito da Concorrência
Direito Ambiental
Economia
Vantagem Competitiva

Como Citar

Nogueira, J. (2020). Environmental law & competition law: conflicts & complementarities from an environmental economics perspective. Direito E Desenvolvimento, 11(1), 92-105. https://doi.org/10.26843/direitoedesenvolvimento.v11i1.1220

Resumo

O objetivo deste artigo é avaliar se restrições ou requisitos ambientais são considerados no direito da concorrência. O senso comum concebe que uma empresa que arque com custos de cumprimento das exigências ambientais experimenta custos elevados e busca transferi-los para os preços de seus produtos. Uma possível consequência desse comportamento materializa-se em efeitos sobre a posição competitiva da empresa no mercado. Assim, a interface entre os requisitos ambientais e a lei da concorrência é aprimorada.  As empresas que desobedecessem às regulamentações ambientais teriam uma vantagem competitiva hipotética sobre as empresas do mesmo setor que a obedecessem. Essa situação exigiria (maior) fiscalização do cumprimento das leis ambientais para que todas as empresas observassem e cumprissem tal legislação? Ou, alternativamente, seria necessário agravar/mitigar as penalidades no direito de concorrência daqueles que falhassem/cumprissem o direito ambiental? Nesse contexto, o artigo foca na segunda questão e investiga as implicações ambientais do direito da concorrência. Inicialmente mostra que não há resposta imediata na literatura especializada. Revisamos referências jurídicas e econômicas para mostrar argumentos daqueles estudiosos que acreditam que um certo diálogo entre meio ambiente e competição é possível e daqueles estudiosos que, por outro lado, entendem que são elementos não compatíveis ou mesmo conflitantes. Por fim, estimamos os custos econômicos da mútua falta de atenção entre esses dois ramos do direito utilizando estudos de caso da realidade brasileira.

PDF (English)

Referências

ARAUJO, Romana Coêlho de. Valoração Econômica do Dano Ambiental em Inquérito Civil Público. Brasília: Escola Superior do Ministério Público da União, 2011.
BARROS, R. L. P. Gestão ambiental empresarial. Rio de Janeiro: FGV, 2013
BASSANI, Matheus Linck. O Direito da Concorrência e a Energia Renovável: Promoção do Desenvolvimento na União Europeia. Revista Brasileira de Direito do Petróleo, Gás e Energia, v. 4, p. 3-22, 2013.
BRASIL. Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. Lei de Crimes Ambientais. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2015.
BRASIL. Lei 12.529, de 30 de novembro de 2011. Lei de Defesa da Concorrência. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2015.
BRASIL. Lei 6.938, de 31 de agosto de 1981. Política Nacional do Meio Ambiente. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2015.
BRASIL. Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 31 mar, 2015. Seção 1, p. 35.
CAVALCANTI, Mariana Oliveira de Melo e CATÂO, Adrualdo de Lima. (Auto) Regulação do Mercado, Direito Concorrencial e Análise Econômica do Direito: é possível uma concorrência perfeita? Direito e Desenvolvimento, Vol. 8, No. 1, 2017, p. 179-196.
CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA. Processo Administrativo nº 08012.004430/2002-43. Brasília, 2015. Disponível em: . Acesso em 26 abril. 2015.
DUARTE, Juliana Ferreira Antunes; SILVA, Thiago de Carvalho. Defesa da concorrência, proteção ao meio ambiente e humanismo. Revista Jus Navigandi, Teresina, ano 17, n. 3368, 20 set. 2012. Disponível em: . Acesso em: 31 ago. 2015.
FIGUEIREDO, Leonardo Vizeu. Lições de Direito Econômico. 7 ed. Rio de Janeiro: Forense, 2014.
FORGIONI, Paula A., Os fundamentos do antitruste, 6. ed., revista e atualizada, São Paulo: Revista dos Tribunais, 2013.
FRIEDMAN, D. Rational criminals and profit-maximizing police: Gary Becker’s contribution to the economic analysis of law and law enforcement. In: Tommasi, M.; Ierulli, K. (Ed.). The new economics of human behavior. Cambridge: Cambridge University Press, 1995, p. 43-58. Disponivel em: . Acesso em: 7 fev. 2002.
__________. Review of economic analysis of accident law (by Steven Shavell). In: Eatwell, J.; Milgate M.; Newman, P. (Ed.). The new palgrave: a dictionary of economic theory and doctrine. Macmillan, 1987. Disponivel em: . Acesso em: 7 fev. 2002.
GERBRANDY, Anna, Competition Law and Sustainable Development. An inquiry by legal essay, Poland: The Europa Institute Utrecht, 2012.
GICO Junior, I. T., Cartel, Teoria Unificada da Colusão. São Paulo: LEX, 2012.
GRAU, Eros Roberto. A Ordem Econômica na Constituição de 1988. 17 ed. revista e atualizada. São Paulo: Malheiros, 2015.
GUIMARÃES, Luiz Geraldo Floeter. Ação Civil Pública na Tutela do Meio Ambiente e da Concorrência. Universo Jurídico, Juiz de Fora, ano XI, 26 de set. de 2003. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2015.
GUSTIN M.B.S.; DIAS, M.T.F. (Re)pensando a pesquisa jurídica. Rio de Janeiro: Del Rey, 2006.
HUSSEN, A. M. The economics of environmental regulation. In: Principles of environmental economics, ecology and public policy. London; New York: Routledge, 1999.
JABBOUR, C.J.C; TEIXEIRA, A.A; JABBOUR, A.B.L.S; FREITAS, W.R.S.F. “Verdes e Competitivas?” A Influência da Gestão Ambiental do Desempenho Operacional de Empresas Brasileiras. Ambiente & Sociedade. São Paulo v. XV, n. 2, p. 151-172, maio-ago. 2012.
JURISDIÇÃO. MPF. Parecer MPF nº 124. Sady d’Assumpção Torres Filho, Brasília, 2014, p. 16. Disponível em: JURISDIÇÃO. CADE. Voto CADE PA 08012.004430/2002-43. Márcio de Oliveira Junior, Brasília, 2014, item 76. Disponível em: KIM, Hajin, The Good, The Bad, And The Ugly: Ecolabel Certification Impacts On Competition For Environmental Quality Provision, San Francisco, EUA: Stanford Law School, 2014. Disponível em: Acesso em: 2 set. 2015.
MACHADO, P. A. L. Direito Ambiental Brasileiro. 23. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Malheiros, 2015.
MARTINS, Regina Célia Carvalho e ROSSIGNOLI, Marisa. Desenvolvimento Econômico Sustentável. E as Externalidades Ambientais. Direito e Desenvolvimento, Vol. 9, n. 2, 2018, p. 137-154.
MATSUMOTO, Shigeru; SUGETA, Hajime Antitrust Policy and Environmental Protection.: Economics Bulletin, Osaka, Japão, v.17, n. 2, p. 1-10, 2007. Disponível em: . Acesso em 2 set. 2015.
MUNHOZ, Carolina Pancotto Bohrer. Direito, livre concorrência e desenvolvimento. São Paulo: Lex Editora, 2006, p. 137.
NAZAR, Nelson. Direito Econômico e o Contrato de Trabalho. São Paulo: Atlas, 2007.
OLIVEIRA, Gesner; RODAS, João Grandino. Direito e economia da concorrência. Rio de Janeiro: Renovar, 2004.
ONU, Relatório Nosso Futuro Comum, Nova Iorque, 1987.
POLANYI, Karl. A Grande Transformação – As origens da Nossa Época. 2ª Ed., trad. De Fanny Wrobel. Rio de Janeiro, Campus, 2000, p. 161 e 163.
ROCHA, Lilian Rose Lemos, Instrumentos Econômicos Aplicados à Regulação Ambiental: o exemplo da tributação ambiental no Brasil. Brasília: Abecer, 2014.
SALOMÃO FILHO, Calixto, Direito Concorrencial – as condutas, São Paulo: Malheiros, 2007.
SALOMÃO FILHO, Calixto, Direito Concorrencial, São Paulo: Malheiros, 2013.
SANTOS, Boaventura de Souza. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. Para um novo senso comum: a ciência, o direito e a política na transição paradigmática. 4 ed. São Paulo: Cortez, 2002, v.1
SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
STIGLITZ, J.E.; WALH, C.E. Introdução à microeconomia. [Tradução da 3. ed. americana]. Rio de Janeiro: Campus, 2003.
WILK, Bartlomiej S. The Application of Environmental Policies to Competition Law. What can be the influence of environmental and ecological economics in the balancing of article 101(3) TFEU? Assessmant on the example of energy savings, waste disposal and natural recources use cases. Poland: Het Europa Instituut Utrecht, 2013. Disponível em: . Acesso em 21 maio 2015.
WILK, Bartlomiej S, The main goal of environmental policy is to limit the harmful effects of Commerce on the environment, 2013.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.