Construindo redes de cuidado através da elaboração de um projeto terapêutico singular
Luciana Maria de Morais Martins Soares
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Iara Fialho Moreira
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Maria Elma de Souza Maciel Soares
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Andrea Carla Brandão da Costa Santos
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Juliana Nunes Abath Cananéa
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Rodrigo Farias Herculano Mendes
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
PDF

Palavras-chave

Redes de cuidado
Projeto terapêutico singular
Educação em saúde
Educação superior
Fisioterapia

Resumo

O desafio do currículo do ensino superior consiste em desenvolver o pensamento crítico e reflexivo, dentro de uma dimensão interdisciplinar por meio da aquisição de competências e habilidades que possibilite ao discente confrontar a experienciação prática com a teoria. Essa integração deve ocorrer ao longo das unidades curriculares (UC) e períodos, podendo ser obtida através de diferentes atividades integradoras, dentre as quais se destaca o projeto integrador (PI). O presente estudo tem como objetivo apresentar uma atividade exitosa referente ao PI do 5º período do curso de Fisioterapia do Centro Universitário de João Pessoa (PB). A proposta é denominada “Construindo Redes de Cuidado - Projeto Terapêutico Singular (PTS)”, cuja duração é de 6 meses e articulada pela UC Fisioterapia Neurofuncional. Esse PI objetiva favorecer a compreensão de um conceito amplo da saúde, onde a interdisciplinaridade, o trabalho em equipe e a construção de uma rede de cuidados contribuem para a construção de um perfil profissional diferenciado. O projeto é desenvolvimento em equipes e consta de: avaliação com base na Classificação Internacional de Funcionalidade Incapacidade e Saúde, visitas técnicas e domiciliares, delineamento de a rede de cuidado necessária para efetivá-lo, acompanhamento fisioterapêutico e apresentação pública do Portfólio Digital contendo todo o PTS. Verifica-se que o PI possibilita experiências que exigem a interrelação entre as UC e, dessa maneira, se consolida como um instrumento educacional que estabelece diálogo constante entre teoria e a prática, de forma interdisciplinar, voltado para resolução de problemas pertinentes à prática do profissional fisioterapeuta.

PDF