Lesões musculoesqueléticas em atletas de taekwondo: uma revisão de literatura

  • Diogo Pereira dos Santos
  • Nuno Ricardo Tiene Lima Moreira
  • Luis Henrique Salles de Carvalho Costa
  • Arleciane Emilia de Azevêdo Borges
  • Kiarelli Otoni Almeida Agra

Resumo

O taekwondo, esporte caracterizado pelo intenso contato físico, é uma arte marcial que utiliza de 70% a 80% dos membros inferiores durante treinos e lutas, estando os atletas sujeitos a inúmeras lesões. Este estudo teve por objetivo analisar o perfil e as lesões mais acometidas em atletas de taekwondo. Trata-se de uma revisão de literatura realizada nos bancos de dados do SciELO. Utilizou-se 10 trabalhos de 2007 a 2014, totalizando uma amostra de 274 (100%) atletas, sendo 206 (75,2%) do sexo masculino e 68 (24,8%) do sexo feminino. A idade dos atletas varia entre 15 a 54 anos, sendo 86% de 15 a 31 anos e 14% de 32 a 54 anos. Infere-se que a contusão é a lesão mais comum, a localização anatômica que mais sofre incidência de lesões é o membro inferior e a articulação mais comprometida é o joelho seguido de tornozelo entre os atletas que treinam e competem no taekwondo. Pode-se observar que os índices de lesões relacionadas ao taekwondo são frequentes, principalmente as lesões musculoesqueléticas de membros inferiores. Lesões não tratadas ou mal tratadas são as maiores causadoras de recidivas de novas lesões, fazendo com que o atleta e a equipe tenham um grande desgaste até que este lutador esteja apto para retornar às competições.

Como Citar
DOS SANTOS, Diogo Pereira et al. Lesões musculoesqueléticas em atletas de taekwondo: uma revisão de literatura. Revista InterScientia, [S.l.], v. 3, n. 2, dez. 2015. ISSN 2317-7217. Disponível em: <https://periodicos.unipe.br/index.php/interscientia/article/view/16>. Acesso em: 21 set. 2017.
Seção
Artigos