Produção de Concreto de Alto Desempenho (CAD) com adição de pó de pedra
Marcella de Sena Barbosa
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Carlos Maviael de Carvalho
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Rosane Kelen Rodrigues Delfino
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Jailson Silva Alves
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Ewerton Felipe de França Oliveira Andrade
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
Mariana Pereira Dantas
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
PDF

Palavras-chave

Concreto de alto desempenho
Pó de pedra
Resistência mecânica
Durabilidade

Como Citar

Barbosa, M., de Carvalho, C., Rodrigues Delfino, R., Silva Alves, J., de França Oliveira Andrade, E., & Pereira Dantas, M. (2019). Produção de Concreto de Alto Desempenho (CAD) com adição de pó de pedra. Revista InterScientia, 7(1), 200-217. https://doi.org/10.26843/interscientia.v7i1.1000

Resumo

Vantagens como desformas rápidas, obtenção de peças estruturais com menores dimensões, agilidade na execução e aumento da vida útil da obra ocorrem devido à aplicação de concreto de alto desempenho (CAD) na construção civil. Caracterizado por possibilitar elevada resistência mecânica e durabilidade às estruturas, o emprego de novos materiais (como, por exemplo, adições minerais e aditivos químicos) são essenciais na conferência dessas propriedades ao concreto especial em questão. Dessa forma, o objetivo do estudo foi a elaboração de concretos de alto desempenho utilizando como adição o pó de pedra. Esse pó é resultante da moagem de rochas naturais em pedreira da região da PB e sua utilização em concretos visa, principalmente, evitar seu descarte e consequente geração de resíduos para o meio ambiente. Realizou-se a dosagem de dois traços referência (T1 e T2) desse concreto especial e, posteriormente, foi realizada a adição do pó em cada um, totalizando em 4 traços. Comparando-os entre si, foi possível constatar que o método de dosagem e execução do traço 1 (T1) obteve melhor desempenho, apresentando indícios de boa integridade no que diz respeito à durabilidade e elevada resistência mecânica (superior à 100 MPa aos 28 dias de idade). Além disso, observou-se também que o efeito “filler” gerado pela adição do pó de pedra no concreto colaborou de forma significativa para maiores ganhos de resistência mecânica do CAD.

PDF

Referências

AIQIN, W.; CHENGZHI, Z.; NINGSHENG, Z. Study of the influence of the particle size distribution on the properties of cement. Cement Concrete Research, 1997.

AIQIN, W.; CHENGZHI, Z.; NINGSHENG, Z. The theoretic analysis of the influence of the particle size distribution of cement system on the property of cement. Cement Concrete Research, 1999.

AÏTCIN, Pierre-Claude. Concreto de alto-desempenho. 1ª ed. São Paulo: PINI, 2000.

ALMEIDA, S. L. M.; SAMPAIO, J. A. Obtenção de areia artificial com base em finos de pedreiras. Revista Areia & Brita, out/dez de 2002.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 5739: Concreto – Ensaio a compressão de corpos-de-prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR NM 23: Cimento portland e outros materiais em pó – Determinação da massa específica. Rio de Janeiro, 2000.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR NM 248: Agregados – Determinação da composição granulométrica. Rio de Janeiro, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR NM 45: Agregados – Determinação da massa unitária e do volume de vazios. Rio de Janeiro, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR NM 53: Determinação de massa específica, massa específica aparente e absorção de água. Rio de Janeiro, 2009.

CAMPOS, H. F. Concreto de alta resistência utilizando pó de pedra como substituição parcial do cimento Portland: Estudo experimental. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Construção Civil) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2015.

CASTRO, A. L.; PANDOLFELLI, V. C. Revisão: Conceitos de dispersão e empacotamento de partículas para a produção de concretos especiais aplicados na construção civil. Curitiba, v.55, out. 2009.

CUCHIERATO, Gláucia. Caracterização tecnológica de resíduos da mineração de agregados da região metropolitana de São Paulo (RMSP), visando seu aproveitamento econômico. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo. São Paulo, 2000.

DE LARRARD, F.; SEDRAN, T. Optimization of ultra-high-performance concrete by the use of a packing model. Cement Concrete Research, 1994.

DUARTE, J. B. Estudo da substituição de agregados miúdos naturais por pó de pedra em concreto de cimento portland. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2013.

FUNK, J.E.; DINGER, D.R. Particle packing, part II: review of packing of polydisperse particle systems. In: Interceram, 1992.

JOHN, V. M.; AGOPYAN, V. Reciclagem de resíduos da construção. In: SEMINÁRIO RECICLAGEM DE RESÍDUOS DOMICILIARES. São Paulo, 2003.

MEHTA, Povindar Kumar; MONTEIRO, Paulo J.M. Concreto: estrutura, propriedades e materiais. São Paulo: Pini, 1994.

MENDES, K, da S. Viabilidade do emprego de finos de basalto em concreto compactado a rolo. Dissertação de mestrado. Escola Politécnica de São Paulo. São Paulo, 1999.

MENOSSI, R. T. Utilização do pó de pedra basáltico em substituição a areia natural do concreto. Tese de Doutorado. Unesp – Faculdade de Engenharia. São Paulo. 2004.

METHA P. K.; MONTEIRO P. J. M. Concreto: Microestrutura, Propriedades e Materiais. São Paulo: IBRACON, 2008.

MONSON, A. R.; MONGE, C. L.; GONÇALVES, J. O.; LENZ, L. A. Influência do Empacotamento da Estrutura Granular na Resistência à Compressão de Concretos Utilizados Para a Fabricação de Postes Duplo T. Revista Eletrônica Multidisciplinas FACEAR, v. 2, p. 1, 2016.

NEVILLE, A. M. Propriedades do concreto. 5ª edição, Editora Bookman, Porto Alegre, 2016.

OLIVEIRA, I. R.; STUDART, A. R.; PILEGGI, R. G.; PANDOLFELLI, V. C. Dispersão e empacotamento de partículas: princípios e aplicações em processamento cerâmico. São Paulo: Fazendo Arte Editorial, 2000.

PERA, J. State of the art report – use of waste materials in construction in Western Europe. In: WORKSHOP SOBRE RECICLAGEM E REUTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS COMO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, 1996, São Paulo. Anais. São Paulo: EPUSP/ANTAC, 1996.

ROSSIGNOLO, J. A. Concreto leve estrutural: Produção, propriedades, microestrutura e aplicações. São Paulo: Pini, 2009.

ROSSIGNOLO, J.A. Concreto leve de alto desempenho modificado com SB para pré-fabricados esbeltos – dosagem, produção, propriedades e microestrutura. Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.

SANTOS, B. S.; NETA, D. S. R.; OLIVEIRA, N. K. A.; NASCIMENTO, R. F.; FIGUEIREDO, S. S.; BATISTA, L. S. Estudo da utilização do pó de pedra em substituição parcial a areia como agregado miúdo. Anais do 60° Congresso Brasileiro Do Concreto, IBRACON, 2018.

SANTOS, T. F. Substituição da areia natural por areia de britagem de rochas basálticas para argamassas de assentamento. Centro Universitário Univates, Lajeado, 2017.

SILVA, P. D.; SILVA, E. J. A influência de pó de brita substituindo areia e cimento na argamassa com vista à produção de telhas. 2012.

SOARES, L.; FUJIMURA, F.; HENNIES, T.; SILVA, M. A. R. Change of natural sand by fine crushing material of granitic and gneissic rock quarries. In: INTERNACIONAL SYMPOSIUM ON MINE PLANNING AND EQUIPMENT SELECTION. São Paulo, 1996.

SOARES, L.; MENDES, K. da S. Aproveitamento de finos de pedreiras. In: SEMINÁRIO MARKETING & TECNOLOGIA EXPO’99. São Paulo, 1999.

SOUZA, C. L. M.; AZEVEDO, E. S.; DIAS, F. L.; ANDRÉ, S. H.; ROCHA, S. B. UTILIZAÇÃO DO PÓ DE PEDRA EM SUBSTITUIÇÃO A AREIA NATURAL NA PRODUÇÃO DO CONCRETO. Trabalho de conclusão de curso. Faculdade Capixaba de Nova Venécia. Nova Venécia, 2016.

TERRA, L. E. M. Finos de pedreira para confecção de concreto estrutural – práticas recomendadas. In: SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E A RECICLAGEM NA CONSTRUÇÃO CIVIL: PRÁTICAS RECOMENDADAS. São Paulo, 2000.

TUTIKIAN, B. F.; ISAIA, G. C.; HELENE, P. Concreto: Ciência e Tecnologia. São Paulo, 2011.

WATANABE, P.S. Concretos especiais – propriedades, materiais e aplicações. Universidade Estadual Paulista, São Paulo, Bauru, 2008.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.